Aula 7 – De olho no lucro: uma estratégia para promover os produtos de afiliados


Como escolher o melhor produto para vender

Estamos quase no final do curso Marketing para Afiliados, e se você chegou até aqui já sabe que Programas de Afiliados podem ser extremamente rentáveis e que existem diversos mercados que você pode atuar, desde joias até hospedagem de site.

No entanto, é interessante que você escolha um produto com o qual tenha familiaridade para que possa indicar com propriedade e que tenha mais facilidade para atrair o público interessado nisso. Por exemplo, se você é da área de tecnologia talvez o programa de afiliação de joias não seja o mais fácil para você atrair compradores já que você precisará produzir conteúdo e outras formas de divulgação. Sendo assim, começar com um produto que você precise aprender muito sobre, pode ser um pouco desgastante no início, mas claro, se for uma comissão muito boa e um mercado pouco competitivo, pode ser interessante assumir o risco inicial.

Fique de olho na empresa Afiliada

Outro fator que pode ser avaliado é a mediação por empresas que atuam como uma plataforma de marketing de afiliados. Elas podem ser uma opção caso você tenha interesse em indicar vários produtos, mas veja alguns pontos que devem ser considerados:

– o contato com a empresa intermediadora facilita encontrar várias empresas para afiliação na mesma plataforma, no entanto, é comum que os anunciantes entrem e saiam dela o que pode dificultar sua administração.

– as plataformas de afiliados recebem pagamento pelo seu serviço, como não poderia deixar de ser, confira se isso não está impactando na comissão. Pode ser interessante buscar um concorrente que não use empresa intermediadora e trabalhe com comissões mais agressivas.

– busque avaliações das empresas intermediadoras e das anunciantes, o Reclame Aqui pode ser um bom aliado nesse momento. Isso é importante por dois motivos:

  1. Você estará indicando um produto, sendo assim, é importante manter sua reputação até para que o indicado continue confiando em você para comprar outros produtos que você venha a indicar para comprar futuramente.
  2. Observando as reclamações você já pode ter uma ideia se essa é uma empresa séria para trabalhar sendo afiliado.
  3. Faça uma busca especial sobre reclamações relacionadas a pagamento para afiliados, é sempre importante saber se outra pessoa já teve problemas com a empresa para se prevenir.

Como escolher a melhor comissão?

Isso vai variar bastante. E como já comentei, vai depender muito do seu mercado, mas uma coisa é importante que você tenha em mente: não basta você saber qual a comissão do produto, mas também o quanto você consegue vender dele. Um exemplo bastante simples é se pensarmos em carros: podemos dizer que modelos populares são vendidos em maior quantidade, mas a comissão será menor quando comparados a modelos esportivos, que terão um valor maior de venda, atribuindo uma comissão mais generosa. No entanto, o número de carros vendidos será muito menor.

Então, qual o melhor produto para vender? Tudo dependerá da sua estratégia. Confira a seguir alguns cálculos que lhe auxiliarão a pensar como ter melhores ganhos através de Programas de Afiliados.

Descubra o retorno do seu investimento

 

O que é ROI e por que é importante

ROI é um indicador que apresenta quanto a empresa está ganhando ou perdendo com os investimentos realizados. A sigla é proveniente da expressão em inglês “Return on Investment” (Retorno sobre Investimento).

Agora que você já sabe o que ROI significa consegue perceber por que ele é tão importante, não é mesmo? O ROI irá lhe mostrar o quanto um investimento está realmente lhe trazendo retorno e lhe ajudará a otimizar seus investimentos atuais e futuros, bem como analisar quais produtos / ações são mais rentáveis.

Como calcular o ROI

 

Valor recebido = seu lucro, ou seja, você não deve usar o valor total do produto, mas sim o valor que você está obtendo de lucro com a venda.

Investimento inicial = valor que está gastando com a campanha de promoção.

Exemplo:

Se você indicar hospedagem de sites. Digamos que você receba R$70,00 por indicação e você consiga fechar 12 vendas por mês e seu gasto mensal em divulgação é de R$120,00.

ROI = (R$840,00 – R$120,00)/R$120,00 = 6

Para saber o percentual do retorno sobre o investimento, basta multiplicar o resultado por 100. Nesse caso, você terá 600% de retorno!

Entenda como a taxa de conversão pode influenciar no seu lucro

O que é taxa de conversão?

A taxa de conversão é bastante utilizada no marketing digital, mas a verdade é que ela pode ser usada de forma muito mais ampla. Essa medida lhe ajuda a entender quanto do seu esforço foi transformado em resultado. Por exemplo, você teve 100 visitas no seu site, destas 100 visitas 5 pessoas compraram algo, então sua taxa de conversão em vendas é de 5%. Outro exemplo pode ser em uma landing page que teve 250 visitas e 75 pessoas baixaram o material, podemos dizer que sua taxa de conversão é de 30%.

Como calcular a taxa de conversão:

Potencial: pode ser o número de visitas do site, a quantidade de visualizações, a quantidade de e-mails enviados, entre outros.

Cumprimento do objetivo: pode ser o número de vendas, de inscrição num evento, de download de um material, entre outros.

Como descobrir qual produto tem a melhor taxa de conversão?

Produto 1: a cada 250 visualizações da oferta 3 pessoas compram. Taxa de conversão: 1,2%

Produto 2: a cada 250 visualizações da oferta 5 pessoas compram. Taxa de conversão: 2%

Nunca olhe para uma métrica isoladamente

Uau! Então considerando o exemplo anterior, isso quer dizer que eu devo divulgar apenas o produto 2 já que a taxa de conversão dele é muito melhor? Uma coisa muito importante é nunca avaliarmos resultados de forma isolada, pois você pode estar se enganando.

Vamos um pouco mais a fundo, na observação destes dados:

O produto 1 , com taxa de conversão de 1,2% lhe gera um lucro de R$70,00, então você teria um retorno de R$210,00 a cada 250 visitas no seu site.

O produto 2 , com taxa de conversão de 2% lhe gera um lucro de R$30,00, então você teria um retorno de R$150,00 a cada 250 vistas.

Claro, aqui não estamos considerando o custo de investimento de cada produto que também é um fator importante a ser considerado. O ponto é que para otimizar seus lucros é importante estar atento a diversas métricas para entender o que realmente lhe traz um resultado melhor.

Alguns pontos que vale a pena considerar:

– Qual canal tem melhor ROI: você já viu como medir o ROI, agora faça isso para cada canal.

– Otimize campanhas investindo no que dá mais retorno: agora que você já sabe qual o resultado de cada canal otimize seu investimento equilibrando os valores de acordo com o resultado de cada um.

– Preste atenção na participação que cada canal tem no todo: às vezes pode parecer que um canal teve uma melhora significativa, mas se ele não tem uma boa representatividade no todo, possivelmente não seja o melhor a se investir.

– Qual produto tem a melhor conversão: você já sabe calcular isso, mas lembre-se você pode realizar vários testes para entender qual produto performa melhor em qual situação. Teste indicar diferentes produtos em conteúdos relacionados, como você viu na aula XXXX . Será que algum produto performa melhor em banners do que outro? São todos testes que podem ser realizados, e não quer dizer que você precisa abrir mão de um produto ou outro, mas você pode usar esses dados valiosos para entender como ter o melhor resultado com cada um deles.

Dica Bônus: principais erros que comem seu lucro:

– Se apegar a métricas de vaidade

Cuidado para não se apegar a métricas que apenas inflam seu ego, mas não lhe trazem nenhum resultado real. Por exemplo, número de acessos. Ok, você pode ter muitos acessos no seu site, mas se eles não estiverem convertendo em vendas, esse pode ser apenas um número de vaidade, não de resultado.

– Não focar esforços no que gera resultado

Algumas vezes nas tarefas do dia a dia acabamos nos perdendo, e esquecemos de questionar qual o resultado que esperamos com o que estamos fazendo. Questione-se sobre isso, você vai se surpreender quanto esforço desnecessário você despende.

– Não saber o que gera receita

Você já deve ter ouvido a frase “O que não é medido não é gerenciado” de William Deming. Com as dicas dessa aula, você será capaz de fazer essa avaliação de forma simples e objetiva, afinal para que trabalhamos se não pela receita, não é mesmo?

– Aumentar vendas com investimento alto demais que come seu lucro

Lembre-se nunca avalie um resultado com uma métrica isolada. Nem sempre o aumento do lucro representa algo positivo, se o seu investimento for desproporcionalmente maior, você pode estar perdendo dinheiro.

Exercício:

Vamos colocar tudo que a gente viu em prática? Preparamos uma planilha para você avaliar qual produto tem maior rentabilidade e mais aceitação:

Para saber quais os itens principais e mais importantes para sua estratégia de indicação, salve a planilha em seus documentos e preencha com as informações indicadas:

Caterine Greif

Caterine Greif

Analista de Marketing de Produto em KingHost
É formada em Relações Públicas pela PUCRS e possui especialização em Marketing Digital pela ESPM. Atua no mercado de TI há mais de 6 anos.
Caterine Greif

Comentários

comentário(s)

Categorias